enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

24/10/2016 15:33h - Atualizado em 25/10/2016 09:52h

Equipe de transição de Renatinho: ponto para Cássio Soares

Por *Carlos Alberto Alves

Formada a equipe de transição de Renatinho Ourives, que é uma mera encenação e nenhum indicativo concreto de que alguns deles serão secretários de governo, dá para perceber sinais de quem tem a força política do futuro governo municipal.

Ora dirão alguns, é claro que a força tinha que vir do PSD, partido a que estão filiados  tanto Renatinho Ourives quanto o deputado estadual Cassio Soares. Mas é bom lembrar que o arco de alianças em torno da candidatura a prefeito  aglutinava cerca de 12 partidos. 

Além disso, se somou ao processo, estando dentro do contexto, o  grupo do PP, que tem o deputado federal Renato Andrade , a partir de janeiro como deputado de fato, já que Odelmo Leão ganhou no primeiro turno a eleição em Uberlândia.

Ao PP, parece que sobrou as batatas, caracterizando como tal a dobradinha Cassio/Renato para as eleições de 2018. Por trás das cortinas o que se prevê é uma briga de foice no escuro para a ocupação de vagas no segundo escalão em diante.

Muito pouco para o PP que lançou luz sobre a campanha de Renatinho, inclusive com Renato Andrade fazendo o papel de locutor de off e carro volante, tal como fez Cássio Soares. Os dois se equipararam no esforço para eleger o prefeito, mas os holofotes de agora  mostraram mais a face do deputado estadual.

É só  começo do imbróglio. Tem muita gente para agradar e a exposição da Comissão de Transição, aparentemente  técnica, mostra o viés político e a disposição  de Cassio Soares em marcar posição no governo de Renatinho Ourives.

Quem conhece os meandros da política sabe que o silêncio público desse momento esconde um barulho ensurdecedor nos bastidores, onde a briga por posições gera sempre mais descontentamento do que alegrias, ainda mais quando muitos esperam ver suas expectativas atendidas e percebem que um só parece querer abocanhar tudo.

No primeiro round ponto para Cássio Soares. Durma-se com um silêncio deste

*Carlos Alberto Alves é engenheiro por  formação e jornalista por opção