enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

18/10/2016 15:24h - Atualizado em 18/10/2016 15:26h

Levante em favor da educação

Por *Carlos Alberto Alves

O Brasil e o Estado de Minas Gerais vivem expectativa com  relação à educação.

No Brasil como um todo,  a proposta de fazer a reforma no ensino médio preocupa. Olhando de longe, com olhar de leigo, a reforma proposta pelo governo interino – para ficar  numa linguagem isenta – parece que tira a escola do alunos e, mais grave, reduz a oportunidade de acesso a mais conhecimento, sem oferecer alternativa para o estudante obter crescimento em área específica dentro de sua vocação.

É ruim por isso. E por isso só já merece todo o enfrentamento que começa a ter. Os pais, por sua vez, deveriam se engajar na luta junto com seus filhos, afinal é sua formação como cidadão que o governo quer mexer. Seria bom, para começo de conversa, que os professores fossem provocados a dizer o que pensam a respeito dessa mudança, até para provarem que não são autômatos de um sistema que os transforma em simples transmissores de conteúdo e não em formadores de caráter, profissionais e cidadãos responsáveis pela construção da sociedade que habitam.

Já Minas Gerais não pode perder a oportunidade de consolidar sua universidade pública, recém-criada e que o PT tem a obrigação de fazer prosperar.

Afinal se há um legado que a era petista deixo para o País foi a evolução do sistema educional, tanto na formação técnica, quanto a nível superior.

Em Minas um sinal inequívoco de que qualquer retrocesso está descartado poderia ser dado pela realização imediata  de concurso público para a efetivação de ´professores e servidores da UEMG,  pondo fim ao uso politiqueiro que se faz pela segunda vez com a tal resedesignação dos professores que antes davam aulas na FESP e na Fundação de Divinopolis, por exemplo.

É preciso que a sociedade esteja atenta e participativa nos dois casos e, se for preciso, se levante na defesa da educação, em  nível médio (Brasil) e superior (Minas Gerais)

*Carlos Alberto Alvesé engenheiro civil por formação e jornalista por opção