enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

15/12/2015 14:24h - Atualizado em 15/12/2015 14:25h

Segunda etapa do Programa ABC Cerrado

Por Correio do Vale do Rio Grande

Após a realização de uma série de seminários regionais de sensibilização durante todo o semestre, o Programa ABC Cerrado entrará agora em sua segunda etapa. Um dos gestores do programa, o superintendente do INAES (Instituto Antonio Ernesto de Salvo), Pierre Vilela, participou de reunião com gestores do programa de oito estados. No encontro, realizado na sede do Sistema CNA/SENAR, em Brasília, foram discutidas as ações já realizadas e as diretrizes para as duas próximas fases, previstas para 2016.

 

A próxima etapa terá início já no primeiro semestre de 2016, com a realização de capacitações dos produtores rurais. Em Minas Gerais, são ofertadas 600 vagas para os produtores que compõem a região do Bioma Cerrado.

 

No curso, com 56 horas de duração divididas em quatro módulos, serão apresentadas, dentre outras informações, as quatro tecnologias do programa: Sistema de Plantio Direto, Recuperação de Pastagens Degradadas, Integração Lavoura Pecuária Floresta e Florestas Plantadas.

 

Segundo Pierre Viela, há número limitado de vagas, e os interessados deverão acessar, o quanto antes, o site do Senar para realizar o cadastro (clique aqui).

 

Após a conclusão das capacitações, 400 propriedades mineiras receberão assistência técnica, gratuita, por um ano e meio. “Com acompanhamento, os produtores receberão ajuda para implementarem as tecnologias, além de informações importantes para a gestão da propriedade”, ressaltou Pierre Vilela.

 

O PROJETO

Com a ação conjunta com o Ministério da Agricultura e Embrapa, o SENAR – Administração Central desenvolve o Projeto ABC Cerrado são disseminadas práticas de agricultura de baixa emissão de carbono, sensibilizando o produtor para que ele invista na sua propriedade, aliando o retorno econômico à preservação do meio ambiente. O projeto está estruturado em três etapas: seminários de sensibilização, capacitação de produtores e técnicos nas tecnologias ABC e assistência técnica a produtores rurais.

O SENAR é o responsável pela formação profissional dos produtores, pela capacitação de instrutores e pelo treinamento dos técnicos que atuarão na assessoria em campo para os produtores, com foco quatro tecnologias ABC: recuperação de pastagens degradadas, integração lavoura-pecuária-floresta, sistema de plantio direto e florestas plantadas.

O projeto está sendo desenvolvido em oito Estados do bioma Cerrado: Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Tocantins, Maranhão e Piauí. A meta, para os quatro anos do projeto, é capacitar aproximadamente 12 mil produtores rurais nos oito Estados e assistir 1.600 propriedades em Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Mato Grosso do Sul.