enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poder ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opo 2
    Opo 3
    Opo 4

10/05/2013 08:33h - Atualizado em 10/05/2013 08:36h

CSSIO SOARES ANUNCIA ENTREGA DE MQUINAS AGRCOLAS

Por Ascom Cssio Soares
MÁQUINAS AGRICOLAS
MÁQUINAS AGRICOLAS

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), deputado estadual Cássio Soares, anunciou na última quarta-feira, 8 de abril, que a realização das entregas das maquinas agrícolas para os municípios da região sudoeste de Minas Gerais acontecerá no dia 21 de maio, na cidade de Boa Esperança. Os municípios receberão as máquinas agrícolas para a recuperação de estradas.

Os municípios de Alpinópolis, Cabo Verde, Cambuí, Carmo Rio Claro, Muzambinho, Passa Quatro e Toledo serão contempladascom uma motoniveladora. As cidades que receberão a retroescavadeira são Alpinópolis, Cabo Verde, Capitólio, Claraval, Dom Viçoso, Paraisópolis, São Pedro da União, Muzambinho, Passa Quatro, Toledo e Virgínia. A utilização dessas novas máquinas visa melhorar a condição de estradas vicinais, que permitirá o escoamento da produção de agricultores familiares.

Os municípios que serão beneficiados têm até 50 mil habitantes e estão fora das regiões metropolitanas. Para o delegado federal do MDA no estado, Alcides Guedes Filho, as entregas facilitarão a vida dos agricultores familiares dos municípios beneficiados. “Esses equipamentos vão contribuir para facilitar o escoamento da produção dos agricultores, para atender o mercado local e, também, o setor de compras institucionais desses municípios e de outros mercados regionais. Eles também vão ajudar na estruturação das propriedades”, afirmou.

Segundo Cássio Soares, em muitas dessas cidades não há veículos que possam atender às demandas de melhorias em estradas rurais. “Essa é mais uma conquista para as cidades da nossa região, pois esses veículos contribuirão para o aporte logístico dos municípios, ou seja, com as motoniveladoras e retroescavadeiraos municípios poderão conservar melhor as estradas e realizar outras atividades”, finaliza.