enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

27/03/2013 13:38h - Atualizado em 27/03/2013 13:40h

Começam discussões para campanha de proteção aos idosos

Por Correio do Vale do Rio Grande
CASSIO E ANDREA NEVES
CASSIO E ANDREA NEVES

 

Sensibilizar as pessoas quanto à importância de cuidar bem dos idosos. Essa é a proposta inicial da Campanha Rompendo o Silêncio, que visa diminuir os índices de crimes contra as pessoas idosas, sensibilizando a população para a importância dos bons cuidados aos mais velhos, e também aumentando o número de denúncias de maus-tratos. Esse tema foi discutido em reunião com representantes do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e dos Poderes Executivo e Legislativo, realizada na manhã desta terça-feira (26), na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), na Cidade Administrativa.

Essa foi a primeira reunião para tratar do tema e foi conduzida pela presidente do Servas, Andrea Neves, e pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Social, deputado estadual Cássio Soares. A proposta inicial é envolver toda a mídia do Estado para sensibilizar as pessoas e, posteriormente, desenvolver ações efetivas da campanha.

Iniciativa permanente do governo estadual, a campanha é reforçada todos os anos em 15 de junho, Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa. “As pessoas vão envelhecendo e se tornando invisíveis para os próprios filhos e netos. Vai havendo uma ruptura dos laços familiares”, disse Andrea Neves. Para ela, o fato da nossa sociedade não respeitar a pessoa idosa começa, muitas vezes, dentro dos próprios lares.

“Tem um provérbio chinês que gosto muito e que é a receita do que seria uma sociedade justa. Ele diz o seguinte: ‘honre os velhos e ensinem às crianças’. É uma coisa tão simples e, ao mesmo tempo, tão verdadeira”, observou Andrea, que também ressaltou que as ações com foco nas pessoas idosas serão prioridade em 2013.

Cássio Soares lembrou a importância de envolver as 19 regionais da Sedese nas ações deste ano. “Nos dias 9 e 11 de abril haverá uma reunião com os diretores regionais da Sedese e vamos colocar o tema da campanha em pauta”, afirmou.

 

Denúncias

Os crimes contra as pessoas idosas estão em segundo lugar entre os mais denunciados por meio Disque Direitos Humanos (0800 031 11 19). Em 2012, foram 1.192 relatos, o que equivale a uma média de 99,3 denúncias por mês. Maus-tratos familiares (761), abandono (176) e lesão financeira (119) corresponderam a 88,5% dos casos recebidos. Já neste ano, nos meses de janeiro e fevereiro, o serviço registou 266 denúncias, das quais 170 ligações foram de maus tratos-familiares. Só os crimes contra crianças e adolescentes superam o número de denúncias sobre violações dos direitos das pessoas idosas.

 

Reuniões

Outros encontros, sob responsabilidade da Coordenadoria Especial de Políticas para o Idoso/Sedese, serão agendados nos próximos meses, para definir as propostas apresentadas inicialmente. Participaram da reunião desta manhã representantes da Policia Militar, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Defensoria Pública, Coordenadoria Municipal do Idoso da Prefeitura de Belo Horizonte, entre outras entidades.