enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

21/02/2013 11:13h - Atualizado em 21/02/2013 11:15h

NOVO PARTIDO DE MARINA SILVA COMEÇA SE ARTICULAR NA REGIÃO

Por Correio do Vale do Rio Grande

 


No dia 16 de Fevereiro, a ex-senadora Marina Silva, terceira colocada nas eleições presidenciais de 2010, juntamente com a também ex-senadora e fundadora do PSOL, Heloisa Helena, estiveram em Brasília com o Movimento Nova Política (grupo de apoiadores de Marina Silva) para definição de um novo instrumento político, a Rede Sustentabilidade ou apenas, a Rede.
 

Marina havia deixado o PV em 201, não descartava a fundação de uma nova legenda. Havia também comentários que ela e seu grupo negociariam com outros partidos, boatos esses que chegaram ao fim no último sábado, quando Marina e seus apoiadores bateram o martelo, seria então criada uma nova legenda com ideologia semelhante aos pensamentos de Marinas e daqueles que a cercavam.

 

Um deles, o deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ) disse que “precisamos virar o avesso em que vivemos”, não concordando com a forma de se fazer política atual.Heloisa Helena, por sua vez, convocou os socialistas a estarem com Marina para o fortalecimento da bandeira, também presente na ideologia da Rede.
 

Ficou definido também nesse encontro o Estatuto e alguns pontos interessantes como a não aceitação de doações de indústrias de armas, bebidas alcoólicas e de agrotóxicos. Definiu-se também que haverá teto para doações físicas e jurídicas, limitando assim, a ação de grandes empreiteiras e empresários, famosos pelas interferências favoráveis, com ajuda de políticos e do funcionalismo, caracterizando lobby.
 

Até o momento, a Rede já conta com apoio formal da ex-senadora Heloisa Helena (PSOL-AL), do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), esses dois, ainda não declaram desfiliação e seus partidos, mas prometeram cooperar para a criação da Rede. Além de Heloisa e Suplicy, os deputados Walter Feldman (PSDB-SP), Alfredo Sirkis (PV-RJ), Domingos Dutra (PT-MA), Reguffe (PDT-DF) e Ricardo Tripoli (PSDB-SP) também estariam em conversas com Marina Silva e outros fundadores da Rede, alguns deles inclusive acertados.

A Rede na região

 

Para que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aceite a criação de um novo partido são necessárias 500 mil assinaturas de brasileiros favoráveis ao surgimento da nova agremiação. Para isso, pessoas em todo Brasil já iniciam os trabalho de coleta dessas assinaturas, tendo prazo até Outubro para viabilizarem o partido para concorrer às eleições de 2014.
 

Em nossa região, o mobilizador Rafael Flávio inicia o processo de coleta e se diz otimista em relação ao número de assinaturas em nossa região. Ele comenta que apesar do descontentamento do povo, isso em todo país, em relação à velha política praticada, ainda sim existem pessoas que acreditam na possibilidade de reverter esse cenário desfavorável ao povo, “temos pessoas insatisfeitas ao ponto de desgostar totalmente de política, pessoas que não acreditam na figura do político atualmente. Julgo-me um insatisfeito com a forma de conduzir política que chegamos. Hoje em dia, o ego, a sede de poder é maior do que a vontade de realmente beneficiar o povo” diz Rafael Flávio.
Rafael diz ter articulado a coleta de assinaturas em cidades da região “conseguimos pessoas, inclusive filiadas e com mandato que se prontificaram a ajudar, que viram a importância da criação desse instrumento político, enxergaram que até o momento, a Rede conta com pessoas de bem, capazes de modificar nossas realidades para melhor, temos até deputado que abriu mão de parte do salário e criou inimigos dentro do Congresso”, comenta sobre o perfil das pessoas que a Rede está a atrair.

 

Ele afirma que Passos, Muzambinho, Itaú de Minas, São João Batista do Glória e Alpinópolis, são algumas das cidade onde ele já conseguiu mobilizar pessoas para atuarem na coleta de assinaturas. “Isso é parte do que conseguimos aqui na região, o povo está sendo muito receptivo, tem aceitado positivamente a criação de um novo partido, ainda que existam vários outros, mas a clareza e a transparência de Marina e de seu grupo político é nítida, o povo observou isso e o abraço dado pela população nas propostas de Marina é visível. A intenção é essa, mostrar ao povo que a Rede tem interesse em fazer diferente, isso em política é primordial. Só assim, com caráter na política, com pessoas de bem e com propósito de fazer diferente que vamos alcançar melhorias significativas na sociedade e para a sociedade”.

  • Comentários
  • Leandro Braga
    Vão fazer essa mobilização em todas as cidades? Em todo caso, façam em Itajubá.
  • marina soares silva
    desejo entrar em contato e Como faço para entrar em contato com Rafael Flávio para me tornar um mobilizador em passos mg
  • Marcos F. Cabral
    Como faço para entrar em contato com Rafael Flávio para me tornar um mobilizador em São José da Barra?