enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

29/11/2012 13:59h - Atualizado em 29/11/2012 14:11h

BANDA DE SOPRO É NOVO PROJETO DO CAPP

Por Ascom-PMP

 

alunos

O Centro de Aprendizagem Pró-menor de Passos, CAPP, vai formar uma banda de sopro a partir de 2013. Os primeiros instrumentos já foram recebidos. O projeto “Jovens em Sinfonia” tem a parceria da banda do 12º Batalhão de Polícia de Minas Gerais e recebeu recursos da CEMIG, através do Fundo da Infância e Adolescência (conta FIA). 

O projeto

O projeto “Jovens em Sinfonia” teve o acompanhamento do soldado Sharle Ailton Leite, que juntamente com o soldado Lucas Franciele Gonçalves ministra as aulas de flauta doce às crianças assistidas pela entidade. Segundo texto do projeto, o objetivo dessa iniciativa é “transmitir conhecimentos musicais a crianças e adolescentes, transformando a cultura e a arte em instrumento de inclusão social, despertando noções de ritmo e musicalidade, mostrando como a música é fundamental na construção de uma identidade cultural repleta de valores e aprendizado.

”A direção do CAPP acredita que este novo projeto vai criar um ambiente estimulante, que ajudará a desenvolver nos integrantes da banda a valorização pessoal, a disciplina, a capacidade de trabalho em equipe e a cidadania.As aulas começam no início do ano letivo de 2013.

Música e cidadania

A banda do 12º BPMMG colabora com o CAPP há cerca de cinco anos. O cabo Sidnei Aparecido Souza, que juntamente com o sargento Amauri Pina da Silva coordena a fanfarra,  afirma que esse tipo de projeto social atende aos objetivos do tenente-coronel Ronaldo Rezende dos Anjos e do subtenente Francisco José de Oliveira, maestro da banda da PM. A parceria começou com as aulas de percussão, que resultou na formação da fanfarra, e posteriormente a instituição começou a oferecer as aulas de flauta doce. A diretora pedagógica do CAPP, Ivone Frank, disse que 90% dos integrantes da fanfarra estão hoje encaminhados para o mercado de trabalho, tendo atingido a idade máxima de assistidos pela instituição. A rotatividade de integrantes na fanfarra é grande. Por isso, a proposta da banda de sopro é diferente.

“As aulas de flauta doce e de percussão continuam e são abertas a todos os assistidos pela instituição. Mas para a banda serão selecionados aqueles que têm aptidão e que, além disso, têm o desejo de ficar à disposição do CAPP, porque a formação de músicos leva mais tempo” – explicou Ivone.O CAPP acredita que em alguns anos será possível montar uma banda, nos moldes do 12º BPMMG, e até mesmo que um maestro surja do meio desses jovens. O cabo Sidnei, que toca contrabaixo (sousafone) na banda do 12º BPMMG, concorda com essa visão. “Sempre mostramos aos integrantes da fanfarra que a música, além de melhorar a convivência social, de proporcionar disciplina, pode ser um meio de vida. Com esse novo projeto, os alunos vão se despertar mais ainda para a música” avaliou.

Já o soldado Ailton lembrou que aos 16 anos entrou para a Banda Mirim, do município de Diamantina, onde aprendeu a tocar saxofone. Graças a isso, conseguiu depois ingressar na Polícia Militar, fazendo o concurso da PM para músico, em 2007. “Tive oportunidade não só de aprender música, mas também noções de cidadania. É o que passamos aqui para os alunos do CAPP” – comentou.

Instrumentos

Os oito primeiros instrumentos de sopro chegaram em agosto. São duas clarinetas, três flautas transversais, dois trompetes e um sousafone. Outra verba da CEMIG, também via conta FIA, já foi aprovada. Com ela serão adquiridos mais quatro saxofones (alto e tenor), três trombones e mais clarinetas e flautas transversais. As duas verbas somam R$ 25.900,00.

O soldado Ailton disse que músicos da banda da PM estão indo falar sobre os instrumentos e apresentá-los aos alunos. Na última quinta-feira, 29, os alunos tiveram um primeiro contato com os instrumentos de sopro. Paulo Henrique Rodrigues, 15 anos, que estuda na Escola Estadual São José, do Jardim Califórnia, é integrante da fanfarra do CAPP, onde toca bumbo. Experimentou o sousafone e disse que gostou da experiência.

Legenda
Slideshow: Iniciar Total de fotos: 3