enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

27/11/2012 10:36h - Atualizado em 27/11/2012 10:45h

SECA NO LAGO DE FURNAS CRIA GRANDE DESERTO NO SUL DE MINAS

Animais apareceram mortos neste fim de semana em propriedade da região.

Por G1 Sul de Minas

 

lago

Imagens aéreas registradas pelos repórteres Rodrigo Dias e Devanir Gino, da EPTV Sul de Minas, mostram a situação caótica em que se encontra o reservatório do Lago de Furnas. O nível do reservatório da hidrelétrica de mesmo nome está 13 metros abaixo da capacidade máxima, que é de 768 metros acima do nível do mar. A situação tem causado a morte de peixes e trazido prejuízos para comerciantes e psicultores que vivem da exploração do lago. Além disso, pontes e estradas de terra que há anos não apareciam estão novamente à mostra e alguns cenários formados pela baixa do nível são de desolação. Em muitos locais, onde antes havia água, agora parece mais um deserto.

A queda do nível do Lago de Furnas já tem afetado a fauna e a flora do Sul de Minas. Com a redução do volume de água, a quantidade de oxigênio diminui, o que dificulta a reprodução de plantas como as algas existentes no reservatório. Neste fim de semana, peixes apareceram mortos em uma propriedade que fica entre o distrito de Pontalete e o município de Fama (MG). Segundo o proprietário do sítio, Agenor Garcia Rosa, o caso ainda será comunicado à Polícia Militar do Meio Ambiente.

O nível do Lago de Furnas está cerca de 13 metros abaixo do nível máximo, que é de 768 metros acima do nível do mar. Isso corresponde a 19% da capacidade de volume útil de água do lago. Em todo o Sul de Minas, 34 cidades são banhadas pelo lago. Segundo a Alago (Associação dos Municípios do Entorno do Lago de Furnas), a previsão é de que a situação do lago só volte ao normal em dois anos.

 

A queda do nível neste ano acontece devido à necessidade de geração de energia por parte da Hidrelétrica de Furnas, dona do reservatório. Segundo Furnas Centrais Elétricas, é um procedimento normal manter as turbinas da hidrelétrica em pleno funcionamento o ano inteiro, mesmo em época de pouco volume de chuva, já que para a empresa, a prioridade é a geração de energia. Além disso, o Lago de Furnas funciona como uma grande caixa d´água que abastece outras hidrelétricas que seguem o curso do rio, até chegar na Hidrelétrica de Itaipu.

Legenda
Slideshow: Iniciar Total de fotos: 2