enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

09/05/2019 13:12h - Atualizado em 09/05/2019 13:13h

Artesãos levam Minas para 12º Salão do Artesanato de Brasília

Por SEGOV

O artesanato de Minas Gerais estará representado no 12º Salão do Artesanato: Raízes Brasileiras edição Brasília, no período 8 a 12 de maio. O evento  apresenta o trabalho de aproximadamente mil artesãos de todo o país. Dentre os participantes mineiros, dois serão homenageados pelo reconhecimento como Patrimônio Cultural pela singularidade e exclusividade dos materiais e técnicas que utilizam: Antônio de Pádua, especialista em esculpir santos em madeira; e a ceramista Andréia Andrade.

Os artesãos terão oportunidade de promover e comercializar artesanato das variados tipos e poderão divulgar a identidade cultural e a diversidade do artesanato mineiro, por meio de produtos feitos em argila, fios e tecidos, madeira, metal, pedras e gemas.

De acordo com o superintendente de Artesanato, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), Thiago Tomaz, foram publicados dois editais de chamamento público para seleção dos artesãos, que promoverão o artesanato, a cultura e a tradição mineira no Planalto Central. “Estarão presentes no evento aproximadamente 30 artistas e a expectativa é de atendermos quase 200 artesãos de forma direta e indireta.

Os mineiros têm aproximadamente 150 metros quadrados na área de eventos do Pátio Brasil Shopping, para a exposição das peças. O espaço foi cedido por convênio celebrado entre a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) e o Centro de Artesanato Mineiro (Ceart-MG), que visa ao fomento da comercialização do artesanato em Minas Gerais, e pelo Programa do Artesanato Brasileiro da Subsecretaria de Desenvolvimento das Micros e Pequenas Empresas Empreendedorismo e Artesanato, do Ministério da Economia.

O Salão do Artesanato, atualmente, é o maior evento do ramo no Centro-Oeste e está entre os três maiores do setor no Brasil. A promoção trabalha com o conceito da sustentabilidade, realizando a coleta seletiva de resíduos, e com expositores que comercializam produtos que utilizam materiais reciclados como matéria-prima. Todo o lixo reciclável é doado para cooperativas de reciclagem.