enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

12/04/2019 11:33h - Atualizado em 12/04/2019 11:39h

Prefeito se reúne com Secretário Adjunto de Meio Ambiente para implantação de UTTR

Por Assessoria de comunicação
Na última quarta-feira, 10, O Prefeito Carlos Renato Lima Reis, esteve em Belo Horizonte, para apresentar ao Secretário Adjunto de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado,  Anderson Silva de Aguilar,  o projeto de  implantação de uma  Usina de Tratamento Térmico de Resíduos (UTTR)  no município de Passos.  
A UTTR, não se dá através de queima, ou combustão, mas sim de uma transformação química, transformando o lixo em plasma. Dessa forma não haveria poluição nenhuma ao meio ambiente e o rejeito que sobrasse, poderia ser transformado em tijolos ou energia elétrica.
 
Esse processo de transformação de lixo em energia pela usina de plasma funciona a partir do preenchimento de um sistema bem fechado, e isolado com os resíduos sólidos em questão.  Sendo assim, necessária uma grande quantidade de energia para transformar o lixo em plasma.
 
Questionado sobre as expectativas para a implantação de uma UTTR no munícipio, o Prefeito Carlos Renato Lima Reis comentou ‘’ Pensar ecologicamente, hoje em dia, é uma necessidade essencial. Afinal, o ritmo atual de produção e consumo atinge níveis gigantescos, o que, consequentemente, gera imensas quantidades de resíduos a serem descartados. Estamos esperançosos em implantar aqui em Passos essa tecnologia, penando sempre no bem-estar da nossa população’’, enfatizou o Prefeito. 
 
Também estiveram  presentes  Sidinei Ramos, Secretário Municipal de Obras; Procurador Municipal Adjunto, Rômulo Fraga; Procurador do Estado, Adriano Brandão de Castro; Rodrigo Afonso, Diretor administrativo da Braspy Energy; Marcos Pedroso Silveira, Engenheiro Agrônomo; Sara Alves, Chefe de gabinete do Deputado Estadual Cássio Soares.
 
Na ocasião, também foi questionado a possibilidade do licenciamento, uma vez que apesar de esta prevista na lei, a tecnologia de plasma ainda esta sendo estudada para o sua implantação efetiva. 
 
A proposta detalhada na reunião, pela Secretaria de Estado e pela Chefe de Gabinete do Deputado Estadual Cássio Soares, foi de criar uma lei específica  para o que seria incineração, e quais são as situações para se trabalhar com o licenciamento ambiental, colocando junto as questões sociais, como a coleta seletiva.