enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

28/02/2019 16:16h - Atualizado em 28/02/2019 16:21h

Cássio Soares quer dados sobre situação fiscal do governo de Minas

Por Ascom dep. Cássio Soares
Cassio Soares quer dados fiscal de Minas Gerais
Cassio Soares quer dados fiscal de Minas Gerais

 

O deputado estadual Cássio Soares apresentou requerimento durante a Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO), nessa quarta-feira, 27 de fevereiro, solicitando seja feito convite para que os secretários de Fazenda e Planejamento do governo compareçam perante a comissão.


Segundo o parlamentar, o convite feito é para que os secretários apresentem “o real panorama da situação financeira, orçamentária e fiscal do Estado, bem como o planejamento de recuperação para retirar Minas Gerais da crise financeira”, explicou Cássio Soares.


Até o momento, o requerimento do deputado é um convite para que os secretários compareçam, caso recusem, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), tem a prerrogativa de transformar o convite em convocação. O requerimento já foi aprovado na mesma reunião em que foi apresentado, sendo esperado o comparecimento dos secretários para o mês de março.


“Considerando que já se passaram 60 dias de mandato, e mais o tempo de transição, já é hora de anunciarmos à nossa gente os planos para retomar a prestação de serviços nas áreas de segurança pública, saúde, educação, retomada de crescimento e geração de empregos. O prazo que o governo teve é razoável para que se apresente um parecer, um planejamento para recuperar o Estado”, declarou o parlamentar.


A Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO) aprovou também durante a reunião dessa quarta-feira (27), a realização de audiência pública conjunta com outras três comissões para discutir a reforma administrativa encaminhada à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) pelo governador Romeu Zema. “A reforma administrativa já tramita na Casa, mas os valores do enxugamento ainda são insuficientes perante o rombo”, finalizou o deputado estadual Cássio Soares.