enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

08/02/2019 08:24h - Atualizado em 08/02/2019 08:29h

Na volta às aulas, governador Romeu Zema visita escola em Santa Luzia

Por Correio do Vale do Rio Grande
Romeu Zema na volta as aulas em Santa Luzia
Romeu Zema na volta as aulas em Santa Luzia

 

Cerca de 2 milhões de alunos da rede estadual de ensino voltaram às aulas nesta quinta-feira (7/2) e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, acompanhou o início do ano letivo na Escola Estadual Murgy Hibraim Sarah, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A escola atende cerca de 1,7 mil alunos do ensino fundamental, médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) em três turnos: manhã, tarde e noite.

"Faço questão de estar aqui escutando os anseios dos educadores para fazermos o melhor. Tenho plena ciência de que os servidores públicos estão recebendo os salários de forma parcelada, mas estamos fazendo tudo que é possível para que essa questão seja resolvida o mais rápido possível. Somente conhecendo os problemas é que conseguiremos solucioná-los", afirmou o governador, que visitou espaços da unidade, como secretaria, sala dos professores, cantina e biblioteca.

Romeu Zema conversou diretamente com alunos do 1º ano do ensino médio. "Falarei com vocês o mesmo que falo aos meus filhos: o que faz diferença na nossa vida é estudar. Nada mais fará diferença do que isso para conseguir uma vida melhor, um melhor emprego. Essa é uma escola boa. Não percam essa oportunidade", afirmou aos estudantes.

Uma das questões apontadas pelo governador como fundamentais na educação é a melhoria do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). "Nos últimos quatro anos, Minas caiu no Ideb e sabemos que é possível recuperar. Vou acompanhar de perto o desempenho de vocês", completou.

A secretária de Estado de Educação, Júlia Sant'Anna, também propõe que haja melhoria nos índices da educação mineira. "Temos uma educação muito boa, mas temos dificuldade de manter o aluno na escola. Nosso desafio esse ano é trazê-lo de volta para a sala de aula", disse.

Sobre o reinício das aulas nas 3.651 escolas estaduais de Minas, a secretária disse estar confiante e aposta em um período de melhores resultados. "Estamos confiantes com a volta às aulas. É um ano de retomada da educação mineira. É importante que a secretaria esteja presente e garanta que o aluno tenha direto ao acesso à educação. Apesar de todas as dificuldades, queremos garantir tudo de melhor, por isso é preciso conhecer as dificuldades de cada escola, investir recursos no que é necessário e garantir o sucesso na aprendizagem dos alunos", salientou.

Proximidade

Diretora da Escola Estadual Murgy Hibraim Sarah há quase 12 anos, Marilda Marques se disse surpresa com a presença do governador. "É uma honra recebê-los. Todo o tempo que estou aqui nunca recebemos uma secretária de Estado, muito menos um governador. Estamos muito animados com o início do ano letivo, recebemos novos professores efetivos, os alunos e a comunidade gostam muito da escola. Estamos esperando um ano melhor do que foram os últimos", avaliou a diretora, que defende uma maior aproximação entre Executivo e unidades de ensino.

Professora de matemática há cinco anos na unidade, Ana Paula Martins tem novos projetos para 2019. Ela, que no ano passado começou a aplicar um simulado preparativo para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os alunos do 3º ano do ensino médio, agora quer ampliar a iniciativa. "Infelizmente os alunos de escolas públicas não tem como hábito fazer o Enem, mas nós queremos mudar isso. Eles precisam saber que são capazes, por isso vamos aplicar neste ano o simulado para todo o ensino médio", explicou.

Em janeiro, o Governo do Estado anunciou o repasse de recursos importantes para a volta às aulas: R$ 15 milhões de verba de manutenção e custeio; R$ 1,7 milhão para melhorar a conectividade das escolas e R$ 32 milhões para o transporte escolar, totalizando R$ 48,7 milhões. O anúncio foi feito no encontro com os superintendentes das 47 Regionais de Ensino de Minas Gerais.