enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

18/12/2018 08:29h - Atualizado em 26/12/2018 08:27h

Rodrigo Maia, como antecipado pelo site, é o novo prresidente da Câmara

Por Carlos Alberto Alves

 

Vereador Rodrigo Maia, deverá ser eleito presidente da Câmara de Passos
Vereador Rodrigo Maia, deverá ser eleito presidente da Câmara de Passos

 

Embora negue as evidências e as articulações de bastidores o vereador Rodrigo Maia (PP) deverá ser eleito presidente da Câmara Municipal na tarde deste terça-feira (18/12) para comandar a Casa no biênio 2091/2020. A reunião está marcada para as 14h. O voto para escolha de quem vai ocupar os cargos da mesa é individual de cada um dos vereadores.

Estão em disputa os cargos: presidente, vice, 1º secretário e 2º secretário. Em cada um deles pode haver disputa. A articulação para a formação teve lances que antecederam ao momento em que o nome de Rodrigo Maia foi colocado no cenário de disputa, conforme apurou nossa reportagem..

O primeiro nome colocado para disputar a presidência foi o de Alex Bueno, ainda quando fazia parte do acordo que levou Belinha à presidência,

A candidatura dele não resistiu ao tempo. Começou a divisão dentro de seu próprio partido, o PSD, com o surgimento do nome de Téo Lemos para concorrer ao cargo.

De outro lado o PR pôs o nome de Raimundo Leandro para concorrer ao comando da Câmara de Passos. Téo Lemos contava com o voto da bancada (três votos). O vereador Raimundo Leandro também contava com três votos, que poderia ser obtido se o partido fechasse questão em torno disso.

No andar da carruagem, o PMDB lançou o nome de Rodrigo Maia a candidato à presidência. No acordo surgiu o nome de Iran Parreira para 1º secretário.

A partir daí a articulação passou a ser feita também por Rodrigo Maia. Ele se aproximou do médico Rodrigo Barreta, que chegou a anunciar a um radialista que o voto dele era de Rodrigo Maia.  Isso aprofundou o racha no PSD, que teria votos dispersados; Alex Bueno em Alex Bueno, Téo Lemos em Téo Lemos e Rodrigo Barreto em Rodrigo Maia. Essa é  a demonstração da importância que o prefeito Renatinho dá  a formação da mesa diretora. Quis forçar a candidatura de Tèo Lemos, ficou falando sozinho e ainda contou com a confirmação de Alex Bueno como candidato à presidente, com o apoio do deputado estadual Cássio Soares. No final do segundo tempo, ao apagar das luzes, a base do prefeito se recompôs:  Alex Bueno, Téo Lemos e Rodrigo Barreto.

Candidato cargo  a cargo

No frigir dos ovos as inscrições mostram como será a eleição de hoje à tarde (A quantidade de votos em cada uma é um exercício feito pelo repórter Carlos Alberto Alves, do correiodovaledoriogrande.com.br, que acompanha a maioria das sessões da câmara.

Presidente: Rodrigo Maia (oito votos) x Alex Bueno (Três votos)

Vice presidente: Raimundo Leandro (Oito votos) x Dona Cida (Três votos)

1º secretario: Iran Parreira (Oito votos)  x Téo Lemos (Três votos)

2º secretário: João Serapião (sem concorrente)

Os quantitativos de votos nos outros cargos mostram quem está apoiando quem, mas pode ter variação na hora  da votação, porque se escolhe individualmente e não por chapa.;

Eis como provavelmente se dará o voto em Rodrigo Maia, para presidente da Câmara: Rodrigo Maia, Raimundo Leandro, Dona Cida, Erick Silveira, Aline Macedo, Iran Parreira, Belinha, João  Serapião.

Câmara escolhe a nova mesa diretora

O vereador Rodrigo Moraes Soares Maia  (PP) vai comandar a Câmara Municipal de Passos nos próximos dois anos. A votação confirma confirnou informação do site de noticias correiodovaledoriogrande.com.br , com um voto a menos. Ele foi eleito presidente na tarde terça-feira  (18 de dezembro)  na eleição da mesa diretora para o biênio 2019/2020, que terá também como novos membros Raimundo Leandro  (PR) , eleito vice-presidente, Iran Parreira (MDB), primeiro secretário, e João Serapião (PR), segundo secretário.

A eleição foi nominal. A mesa diretora foi eleita por 7 votos. O vereador Alex Bueno  (PSD) disputou a presidência, recebendo três votos. A vereadora dona Cida  (PT) inscreveu-se para a vice-presidente, recebendo o próprio voto. O vereador Téo Lemos (PSD) disputou a primeira secretaria, recebendo três votos. Não houve disputa para a segunda secretaria.

Rodrigo Maia, que exerce o primeiro mandato, recebeu o apoio, além do próprio voto, da vereadora Isabel Ribeiro (PP), Aline Macedo, João Serapião e Raimundo Leandro – que formam a bancada do PR – e dos vereadores Erick Silveira e Iran Parreira, que formam a bancada do MDB.

A nova mesa assumirá os cargos em janeiro. Em seu primeiro pronunciamento, depois de agradecer os colegas, Rodrigo Maia disse que vai “zelar pela independência do Poder Legislativo”, reforçando um discurso segundo ele que já fizera quando foi empossado como vereador. Com a sua eleição para o cargo, ele  mantém uma tradição familiar, iniciada com seu avô, Breno Soares Maia, que foi presidente da Câmara Municipal de Passos de 1959 a 1962. O pai de Rodrigo, Wagner Maia, que acompanhou a reunião hoje,  foi presidente da Casa em 1986.