enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

11/10/2018 10:07h - Atualizado em 11/10/2018 10:11h

Rodrigo Pacheco reafirma que Anastasia é o mais preparado para governar Minas

Por Assessor de imprensa-Alex Capella
Rodrigo Pacheco (Democratas) e Antonio Anastasia
Rodrigo Pacheco (Democratas) e Antonio Anastasia

 

Eleito senador por Minas Gerais, o deputado federal Rodrigo Pacheco (Democratas), que teve o maior número de votos entre os candidatos ao Senado, reafirmou, nesta quarta-feira (10), durante entrevista à Rádio CBN, que o candidato Antonio Anastasia é o mais bem preparado para assumir o comando de Minas Gerais e recolocar o estado novamente em uma era de crescimento e prosperidade para os mineiros.

“Eu sempre considerei, nunca neguei isso, que o homem público mais preparado para administrar o estado de Minas Gerais, em um momento de crise, é o senador Antonio Anastasia”, declarou.

Rodrigo Pacheco afirmou que os prefeitos mineiros estão “desesperados” com a crise “que se instalou nos municípios”. O recém-eleito senador adiantou que irá ajudar Anastasia a tirar Minas da atual situação.

“Vou contribuir muito com Anastasia, ele vencendo as eleições, para a gente poder romper essa crise de maneira definitiva”, disse.

Pacheco adiantou que um dos temas que precisam ser analisados com mais urgência, na próxima legislatura do Congresso Nacional, é a rediscussão do pacto federativo que segundo ele, está muito concentrado na União.

“É fundamental que nós façamos também a reforma tributária, para acabarmos com a guerra fiscal que prejudicou muito Minas Gerais ao longo do tempo, e a correção das distorções previdenciárias, mas longe daquela proposta que o presidente Michel Temer fez, preservando os direitos adquiridos e uma regra de transição mais ampla e mais clara”, avaliou.

Pacheco ainda afirmou que Minas precisa ter uma liderança “genuína’ e que entenda de gestão pública.

“Nós temos que eleger pessoas que sejam responsáveis e conhecedoras de gestão pública. É por isso que eu apoio o Antonio Anastasia para o governo do estado. Acredito muito que ele vá ser eleito para, inclusive, liderar esse processo junto ao próximo presidente da República”, afirmou.

Ele salientou que vai ajudar Anastasia a recuperar Minas, a partir do Senado da República, e que os senadores terão a tarefa de ajudar a reestruturar o país e Minas Gerais.

“O Senado da República vai ter um papel muito importante nesse momento de crise do Brasil, sob vários aspectos: econômico, político e ético. Nós temos que, como senadores da República, sermos guardiões dessa confiança, dessa esperança do povo brasileiro por mudanças estruturante no Brasil e em Minas Gerais”, afirmou.

Rodrigo Pacheco reafirmou que irá defender o estado de Minas Gerais e pregou união entre os entes políticos.

“Minas só vai ter voz e vez se houver a união desses atores políticos importantes que foram votados e eleitos. É realmente esquecer interesses político-partidários e entender o que é o interesse público, o que é melhor para Minas Gerais, e buscar os recursos para Minas Gerais para atender as necessidades básicas do povo de Minas Gerais”, declarou.